De acordo com a ministra, que falava à imprensa após a sua chegada ao Cunene para uma visita de quatro dias, o governo angolano continua firme no combate e prevenção da covid-19, salvaguardando o bem maior dos cidadãos a “Vida”.

“Cada cidadão deve fazer a sua parte, cumprindo com as medidas preventivas imposta pelo Estado de Calamidade e aqueles cidadãos em quarentenas devem observar e aguentar um pouco mais, pois o que está em causa é a vida humana”, frisou.

Faustina Alves lembrou que a observância das medidas de prevenção não devem ser negligenciadas, pois evitam a propagação do vírus e salvam vidas.

A governante, que está no Cunene por um período de quatro dias para avaliar a situação social da população local em tempo de covid-19, referiu que o sucesso no combate da doença será resultado do empenho de todos.

Durante a sua permanência, Faustina Inglês vai visitar o município do Curoca e Cuanhama.

A província do Cunene tem, actualmente, 196 cidadãos em quarentena institucional e 164 na quarentena domiciliar.

Bouton retour en haut de la page
Fermer